Introdução à estratégia de marketing nas redes sociais

20 Fevereiro, 2019

social media marketing channels connected by dotted lines

O marketing nas redes sociais pode ser um aliado, ajudando você a bater três metas importantes nesse mundo hiperconectado: cultivar públicos engajados em canais que já lhes são habituais; criar diversas fontes de tráfego que atraem mais e mais clientes; e expandir o seu negócio com o poder das redes online.

Entretanto, ele também pode ser um fardo, que gera uma presença nas redes que seus clientes-alvo não conhecem ou não se importam — ou seja, algo que drena recursos em vez de se tornar aquele ativo poderoso que tantas outras marcas têm por aí.

O segredo está em criar uma estratégia de marketing nas redes sociais que sustente suas ações com foco, acompanhada de um processo eficiente que não exija tanto da atenção que você dedica para tocar o seu negócio.

Começar uma estratégia do zero é desafiador, seja pela variedade de canais disponíveis para desenvolver uma presença online, seja pelo compromisso assumido com cada canal ao iniciar esse processo.

É por isso que montamos esta série de artigos repleta de dicas e ferramentas para ajudar você a criar a sua própria estratégia para as mídias digitais. Vamos começar?

Como criar uma estratégia para redes sociais

Antes de sair postando qualquer coisa, é importante ter uma noção geral do que você quer obter com as ações nas redes sociais e descobrir como alcançar esses resultados.

O seu negócio (ou seja, o seu site) é o coração da sua estratégia que, por sua vez, é a forma como você associa todas as suas ações nas redes sociais com seus diferentes objetivos.

O marketing nas redes sociais pode ajudar o seu negócio de inúmeras formas: gerar e aumentar tráfego e vendas, desenvolver consciência de marca, reunir um público engajado, conectar sua marca com clientes e clientes em potencial, oferecer suporte e muito mais.

Essa multiplicidade de frentes de ação do marketing nas redes sociais justifica a variedade de canais a serem trabalhados, cada um com suas oportunidades, pontos positivos e negativos.

As redes sociais podem funcionar como um canivete suíço ou como uma tesoura cega. A diferença está em ter uma estratégia para saber usá-las.

Pilares da estratégia de marketing nas redes sociais

Para começar, existem cinco pilares fundamentais que toda estratégia para redes sociais deve ter:

    1. Metas: defina os resultados das suas ações e como você vai mensurá-las.
    2. Públicos-alvo: pesquise e trace o perfil do seu cliente ideal.
    3. Mix de conteúdo: crie uma programação para redes sociais com base em arquétipos de conteúdo recorrentes.
    4. Canais: escolha as melhores entre as redes sociais disponíveis para dedicar seu tempo e defina para que você vai usá-las.
    5. Processo: configure a infraestrutura e as ferramentas para executar a sua estratégia com eficiência.

ATENÇÃO: esses pilares não funcionam como uma “receita de bolo” para ser bem-sucedido nas mídias sociais! Essa é só uma estrutura para você estabelecer as bases do seu trabalho daqui em diante.

Vamos dedicar um artigo para cada pilar; ao final desta série, você entenderá como todas essas considerações dialogam entre si para proporcionar decisões mais inteligentes e lhe oferecer mais autonomia para revisar a sua estratégia com o passar do tempo.

Metas para o marketing nas redes sociais

dart board as a metaphor for setting social media goals

Tudo o que você fizer ou postar deve estar relacionado com um dos seus objetivos enquanto dono do seu negócio. Para começar, defina essas metas e pense como mensurar o desempenho das suas ações.

O marketing nas redes sociais requer muitos testes e tentativas; é impossível fazer melhorias específicas nele sem saber a que sinais você deve prestar atenção. Você pode até usar esses sinais (que variam de canal para canal) para definir metas para as suas ações nas mídias sociais para ajudá-lo a se manter motivado e no caminho certo.

Segue abaixo uma lista de sugestões de metas. Fique à vontade para acrescentá-las à sua estratégia com o passar do tempo:

  • Promover consciência de marca: alcançar mais pessoas para aumentar a probabilidade de sua marca ser vista pelas pessoas certas. Meça esta meta analisando as impressões/alcance, curtidas, compartilhamentos, menções ou qualquer outro sinal que indique que uma pessoa de verdade visualizou a sua publicação.
  • Criar demanda para os seus produtos: faça com que as pessoas se interessem pelos seus produtos com conteúdo relevante, inspirador ou educativo, e preste atenção ao cliques no seu site, produtos adicionados a carrinhos ou comentários/mensagens de clientes interessados.
  • Obter leads: transforme o seu público em assinantes da sua lista de e-mail que, por sua vez, podem ser cultivados, garantindo vendas fora do âmbito das redes sociais sem nenhum custo adicional. Você também pode cultivar um público de compradores interessados com anúncios de retargeting.
  • Emplacar vendas: elas simbolizam os clientes pagantes, fruto das suas ações nas redes sociais, e podem ser mensuradas pelo número de pedidos ou pela receita do seu negócio.
  • Promover tráfego offline: se você é dono de um negócio de varejo ou produz eventos, um dos seus objetivos é atrair pessoas para um determinado local físico na vida real.
  • Fazer networking para fechar parcerias: entre em contato com influenciadores digitais ou marcas afins a sua para criar campanhas de marketing de influência ou de co-marketing.
  • Cultivar um grupo de seguidores fiéis: cultive um público engajado que quer acompanhar e saber do seu negócio; não aumente a sua lista de seguidores com perfis falsos ou seguidores comprados. Desenvolva uma comunidade autêntica, com pessoas que estão realmente interessadas nos seus produtos e que vão promover o seu conteúdo ou produtos para outras pessoas. Avalie essa meta pelo número de seguidores que você ganhou ou perdeu em um determinado período de tempo, ou pela sua taxa de engajamento (engajamento total dividido pelo número de seguidores).
  • Estabelecer prova social: procure depoimentos positivos ou conteúdo gerado por clientes/influenciadores que deixam a sua marca bem falada, e que possam ser usados em outras ações de marketing.
  • Oferecer atendimento ao cliente: estar presente nas redes sociais coloca qualquer negócio em contato com dúvidas, perguntas e reclamações dos clientes. Assim, tenha como um dos seus objetivos atender esses clientes ou direcioná-los para o canal privado de sua preferência. Você pode avaliar o desempenho nesse quesito pelo seu tempo de resposta às mensagens diretas (o Facebook, por exemplo, confere um selo de “Responde muito rapidamente às mensagens” aos perfis comerciais).
  • Ser uma autoridade no seu mercado-alvo: As redes sociais dão a você voz para interagir, mas você também pode usá-la para mudar os rumos das conversas na direção que você quiser e para gerar credibilidade para os seus produtos ou serviços.

Todas as suas escolhas devem atender a pelo menos uma das metas acima, e toda e qualquer ideia ou tática que você quiser testar deve ser avaliada para averiguar se ela tem o potencial de atingir essas metas. Além disso, algumas metas podem ser de longo prazo; outras, mais imediatas.

Não perca esses objetivos de vista! No próximo capítulo desta série de artigos, tentaremos descobrir quem são as pessoas que você quer alcançar com suas ações de marketing nas redes sociais.


Você tem uma ideia de negócios?

Comece o seu teste grátis de 14 dias da Shopify hoje mesmo, sem precisar de cartão de crédito!


 

Which method is right for you?Sobre a autora

Gabriela Jungblut é editora-chefe do blog da Shopify em português, gestora de marketing de conteúdo para o mercado brasileiro, tradutora e intérprete de conferências.

Post original em inglês: Braveen Kumar

Tradução e localização: Carolina Walliter

Você tem dúvidas sobre a Shopify?

Escreva um e-mail para a nossa equipe de atendimento em português!

atendimento@shopify.com