Aumente os lucros: 10 produtos para vender em 2019

18 Março, 2019

product ideas 2018

O sucesso de um e-commerce depende de três coisas: os melhores produtos para vender, a habilidade para anunciá-los e a vontade de ir sempre além.

Esse último, você já tem. Afinal, está sempre se aperfeiçoando, aprendendo novas coisas e saindo em busca do sucesso.

No entanto, 2019 precisa ser um ano de iniciativas; um ano de fazer mais e falar menos. Este é um ano de ação: testar novos produtos, criar novos projetos publicitários e vender, vender, vender até não poder mais. Este é o ano de colocar em prática tudo aquilo que você aprendeu nos últimos doze meses.

Para começarmos com o pé direito, portanto, preparamos uma lista com 10 produtos para vender em 2019. Listamos, também, algumas dicas que mostram como anunciá-los.

Lembramos ainda que todos os produtos desta lista podem ser encontrados no Oberlo, app que está disponível gratuitamente para todos os lojistas da Shopify. Se você encontrar de cara um produto que seja interessante para a sua loja, pode respirar tranquilo: você poderá começar a vendê-lo com apenas alguns cliques.

Atenção: Você precisa estar logado na sua conta da Shopify para poder visualizar os produtos disponíveis no Oberlo.

10 produtos para vender em 2019

1. Shapewear

Conhecidos como cintas ou modeladores aqui no Brasil, o shapewear nada mais é do que uma categoria de roupas íntimas que ajuda a modelar o corpo – e já dá sinais de que é um produto que chegou para ficar.

Com peças que podem ser utilizadas como roupas íntimas, bodies ou até mesmo como blusas e camisetas, esse mercado de nicho pertence primariamente ao setor de peças íntimas; contudo, nada impede que ele seja comercializado em outras lojas.

É por isso mesmo que o shapewear é um produto tão interessante para lojistas como você: tamanha versatilidade, enquanto peça de roupa, permite que ele seja comercializado em lojas de roupas íntimas, lojas de roupas femininas ou até mesmo em lojas de roupas masculinas e femininas. Além de versátil, o shapewear também é diverso: isso significa que você pode e deve apostar em tamanhos, cores e modelos diferentes para atender às demandas de todo o seu público-alvo.

Outra opção é investir nos modeladores e bodies respiráveis, feitos de um material mais leve do que os modeladores tradicionais. A busca por esses itens tem crescido exponencialmente ao longo dos últimos meses e pode assinalar uma nova tendência dentro do nicho.

2. Acessórios para celular

Quem nunca comprou uma capinha para o smartphone? Pois é. Atualmente, o mercado de acessórios para celular desfruta não só de lucros astronômicos, mas também de uma variedade imensa de produtos: películas protetoras de tela, capinhas, carregadores, fones de ouvido...

Se o seu objetivo é entrar nesse nicho, a melhor coisa a fazer é implementar o modelo de dropshipping com o app do Oberlo. Dessa maneira, você poderá anunciar e vender uma alta variedade de produtos sem precisar se preocupar com um estoque físico. Com o dropshipping, você só precisa pagar pelos produtos que os seus clientes de fato comprarem. Não é legal?

Além do mais, vale lembrar que os acessórios para celular já estão no mercado há anos; isso significa que eles são produtos confiáveis e lucrativos, que estão aos poucos se tornando um terreno fértil para os negócios (assim como o setor de roupas ou de decoração).

Produtos dessa natureza são muito bem recebidos em plataformas como o Facebook, o Instagram ou o Pinterest, excelentes canais para anúncios visualmente interessantes. Além disso, o alto alcance desses canais pode transformar o seu produto em um sucesso de vendas num piscar de olhos. Fique ligado!

No entanto, se você pretende vender itens como películas protetoras de tela ou carregadores, talvez seja necessário criar uma estratégia de SEO ou então utilizar o Google Adwords para poder monetizar e fidelizar novos clientes. Se o SEO não for muito a sua praia, também é possível ofertar esses produtos como recomendações a partir das vendas de capinhas: ou seja, se alguém comprar uma capinha para iPhone, você pode recomendar a compra de um carregador para o mesmo aparelho.

Esse modelo de vendas também pode funcionar para a sua estratégia de marketing: você pode segmentar um anúncio específico para uma determinada parcela do seu público-alvo, dependendo do modelo de celular que eles utilizam.

Product Ideas 2018 Phone Accessories

3. Athleisure

A palavra é estranha, e muita gente vai dizer que é só um termo chique para designar uma coisa que todos nós conhecemos: roupas de ginástica. Contudo, o athleisure é uma tendência do mundo da moda para as roupas casuais e chiques que têm uma pegada mais atlética e descontraída. Pode até ser que as roupas de athleisure se assemelhem às roupas que muita gente usa para ir malhar; no entanto, elas devem ser entendidas (e comercializadas) como roupas feitas para serem usadas no dia a dia.

Um dos grandes pontos favoráveis do athleisure é a alta variedade de produtos que podem ser vendidos sob essa alcunha: camisetas, calças, leggings, tops, regatas, faixas e acessórios para cabelo, sapatos...

Por ser um produto bastante maleável, também é possível comercializá-lo de diversas maneiras: você pode abrir uma loja especializada, vendê-lo como parte de uma coleção especial de roupas ou até mesmo anunciá-lo em sites voltados para uma prática esportiva específica, como a dança ou a ioga; no entanto, esta última opção dependerá quase que exclusivamente do modo como você anunciar a sua marca.

Uma vez que as adolescentes e jovens de até 25 anos são o público-alvo ideal para esse produto, nós recomendamos a utilização de plataformas altamente visuais, tais como o Facebook, o Instagram e o Pinterest, que podem ajudar na expansão da marca. Além disso, também pode ser interessante dar uma olhadinha em algumas estratégias do marketing de influência e tentar firmar parcerias com influenciadoras digitais (elas podem anunciar e até mesmo vestir as suas roupas em postagens do Instagram: um jeito simples e prático de conseguir mais clientes).

Alguns lojistas da Shopify decidiram apostar no nicho do athleisure e começaram a vender a legging abaixo, ideal para a prática de ioga e outras atividades físicas, e os resultados têm sido extremamente positivos. Se você quiser apostar na tendência, a calça está disponível no Oberlo e pode ser rapidamente importada para a sua loja.

4. Acessórios de viagem

Com um número crescente de profissionais vivendo como nômades digitais, não é de se espantar que os acessórios e artigos de viagem estejam mais populares; é o caso do mapa abaixo, que permite raspar os países já visitados. O item pode ser encontrado no Oberlo e vem fazendo um tremendo sucesso entre os nossos lojistas.

Não sabe como anunciar e promover um produto como este? Aqui vai uma dica:

Acesse um planejador de palavras-chave para verificar quais são os termos mais procurados dentro deste nicho: produtos de viagem, acessórios de viagem, acessórios para viagem... As opções podem ser intermináveis. Se você optar por usar o Planejador de palavras-chave do Google, que é intuitivo e totalmente gratuito, tente selecionar apenas os termos que possuírem um bom volume de pesquisa.

Com essas palavras-chave em mãos, você poderá criar conteúdos otimizados para uma estratégia de SEO: escrever artigos para o blog da loja usando os termos escolhidos e, dentro dos textos, incluir um link de compra para o produto acima. Lembre-se de colocar o link de compra entre o segundo ou terceiro parágrafo, para aumentar as chances de visualização. Se você preferir, também pode criar descrições de produto que incluam as palavras-chave selecionadas.

5. Acessórios automotivos

Os carros de hoje em dia estão cada vez mais modernos e autônomos; é natural, então, que os acessórios automotivos com recursos digitais estejam experimentando um pico de popularidade. É o caso deste projetor que pode ser acoplado ao painel do carro para exibir a velocidade, a temperatura do motor e outros dados relevantes. Como a projeção fica concentrada na janela do carro, logo acima do volante, pode ser visualizada a qualquer momento pelo motorista sem que ele precise desviar a atenção da estrada – o que também ajuda a prevenir acidentes.

Template Icon

Encontre um produto e comece a vender hoje mesmo!

Quer abrir uma loja virtual mas não sabe o que vender? Com a ajuda do nosso guia gratuito e completo, você encontrará produtos com grande potencial de vendas.

Baixar o guia grátis

É importante destacar que, por mais que seja um item bastante útil, este acessório automotivo acaba sendo uma compra por impulso. Isso significa que, na hora de criar uma estratégia de marketing para os projetores, pode ser uma boa ideia investir em plataformas mais visuais, como o Facebook e o Instagram. Se o orçamento estiver apertado, você pode recorrer aos grupos de aficionados por carros do Facebook; só não se esqueça de pedir permissão para os administradores antes de postar uma propaganda, pois esse tipo de publicação pode violar as regras da comunidade.

6. Smartwatches

O mercado de relógios é um dos mais sólidos do mundo, com vendas constantes e marcas luxuosas que já fazem parte do imaginário popular. Além disso, é um mercado versátil: no ano passado, vimos a tendência dos relógios minimalistas; agora, parece que é a vez dos smartwaches.

Por mais que seja relativamente seguro ter uma loja ou e-commerce de relógios, é importante lembrar que o mês de maior movimentação é sempre o último do ano:

A estratégia de marketing para um produto tão vendável como esse não precisa ser muito complicada: você pode criar bons perfis no Facebook e no Instagram e tentar firmar parcerias com influenciadores digitais. Uma foto de um deles usando o seu relógio em um ambiente esteticamente agradável e interessante, afinal, pode fazer maravilhas pela sua loja.

O Facebook e o Instagram costumam ser os melhores canais para marcas e e-commerces que comercializam relógios. Uma estratégia bastante comum é a de trabalhar com influenciadores digitais e pedir que eles tirem fotos descontraídas em suas viagens por outros países – um material perfeito para promover um produto simples e discreto como um relógio.

Se você está querendo abrir uma loja de relógios, pode investir neste smartwatch com bluetooth: ele vem com câmera fotográfica, gravador, contagem de passos, monitor de sono, calendário e muito mais.

7. Joias minimalistas

Sempre elegantes, as joias ainda hoje constituem um nicho poderoso, estável e lucrativo, mas isso não significa que não exista espaço para novas tendências. Uma prova disso está no aumento exponencial das joias minimalistas, que possuem um design fino e bastante delicado.

Uma rápida consulta ao Google Trends mostra como o volume de pesquisas tem aumentado (e muito) no último mês; se você já tem um e-commerce de acessórios e bijuterias, portanto, este pode ser o momento certo para investir também nas joias.

Os melhores canais para anunciar colares, anéis e outras joias minimalistas são, obviamente, aqueles que dão maior destaque ao conteúdo visual. Por isso mesmo, vale investir em estratégias para o Instagram, o Pinterest e até mesmo o Facebook e não se esquecer de aprender pelo menos o básico dos programas de edição de fotos.

Uma excelente estratégia para marcas que ainda não possuem um número significativo de seguidores no Instagram é a de criar vídeos para anunciar produtos. Os vídeos possuem um destaque maior na guia Explorar da plataforma, o que aumenta as chances de exposição da marca.

8. Projetores portáteis de LED

Foi-se o tempo dos projetores pesados: o lançamento dos projetores portáteis revolucionou esse mercado de nicho e promete novos produtos de sucesso certeiro. Um deles é o miniprojetor portátil, que pode ser utilizado com um smartphone em reuniões e apresentações.

Um produto como este, de alta difusão no mercado, pode funcionar bem em uma loja especializada; afinal, você poderá vender miniprojetores, projetores portáteis, projetores a laser... A lista é bem extensa. No entanto, o produto também pode ser vendido em lojas de eletrônicos, artigos de decoração ou até mesmo de artigos esportivos para atividades ao ar livre. Além disso, as margens de lucro desse mercado de nicho costumam ser altas, especialmente se você adotar o método de dropshipping: é possível vender um projetor de R$ 200 reais por até R$ 350.

Os possíveis compradores desse produto compõem um mercado bastante específico, o que significa que eles provavelmente utilizarão os mecanismos de busca da internet para encontrar a sua loja. Por isso mesmo, é crucial que você utilize o Google Adwords para otimizar o desempenho do seu site. Escolha bem as suas palavras-chave e tente aproveitar ao máximo os recursos do Planejador de palavras-chave do Google.

A melhor estratégia de marketing para um produto como esse é o apelo visual: se você deseja aumentar o número de compras por impulso, por exemplo, talvez seja interessante criar um pequeno vídeo que mostre o aparelho em funcionamento e, dependendo do seu público-alvo, direcioná-lo para empresários, vendedores, professores ou até mesmo famílias.

9. Máscaras de dormir

A solução ideal para bloquear aquela claridade indesejável e conseguir uma boa noite de sono, as máscaras de dormir já se estabeleceram como produtos altamente vendáveis no mercado brasileiro. Além da promessa de um bom descanso, essas máscaras são extremamente versáteis e podem ser comercializadas em lojas de diversos tipos: itens de viagem, cosméticos ou até mesmo em lojas de roupas. Contudo, vale lembrar que esse produto possivelmente não é o ideal para uma loja especializada.

O público-alvo das máscaras de dormir pode ser dividido em três grupos, o que nos deixa com três estratégias diferentes de marketing:

  • Pessoas que buscam uma boa noite de sono e querem uma máscara para bloquear a claridade;
  • Viajantes, que utilizam essas máscaras durante longos voos ou quando estão tentando se recuperar do jet lag;
  • Entusiastas de produtos e tratamentos cosméticos, que utilizarão essas máscaras para o tal “sono da beleza”. Esses clientes buscam máscaras feitas de tecidos mais macios, como a seda.

10. Corretor postural

A era moderna não trouxe apenas novas tecnologias e possibilidades nunca antes vistas: segundo um estudo realizado pela Columbia University, os humanos já passam cerca de 77% de suas vidas sentados ou em outras posições sedentárias. Além disso, um número crescente de profissionais trabalha em notebooks, o que significa que eles passam dias inteiros de trabalho olhando para baixo, e não diretamente para a frente; e, para completar, já está mais do que provado que problemas de postura podem gerar toda uma série de problemas de saúde.

O nosso último produto da lista, então, veio a calhar: o corretor postural.

A maneira mais simples e eficiente de anunciar os corretores posturais é, sem dúvida, com estratégias que se concentram nas profissões exercidas pelos seus clientes e pelo seu público-alvo. A primeira coisa a fazer, então, é criar uma lista de empregos como programador, escritor e assistente administrativo: cargos que demandam horas e horas seguidas na frente do computador. Depois disso, você pode começar a planejar os anúncios, mas não se esqueça de listar os benefícios do corretor postural em todos eles.

Você pode elaborar frases como “Está com dor nas costas depois de passar o dia inteiro na frente do computador? Experimente um corretor postural! Enviamos para o Brasil inteiro”. Na hora de segmentar essas campanhas, não se esqueça de incluir as profissões selecionadas lá no início.

Está pronto para começar a vender?

Os produtos que mostramos aqui não são as únicas promessas para um bom 2019: se você quiser apostar as suas fichas em algum outro, vá em frente! Afinal, encontrar os melhores produtos para vender é apenas o primeiro passo. O grande segredo é descobrir como anunciá-los corretamente.

Se você ainda não está muito confiante com a ideia do dropshipping, vale dar uma conferida nas histórias de sucesso dos empreendedores que usaram o Oberlo: o Allen, por exemplo, construiu um e-commerce de 800 mil dólares em pouquíssimo tempo.

Já sabe o que vender em 2019? Conte para nós!

Algumas leituras recomendadas:


Which method is right for you?Sobre a autora

Gabriela Jungblut é editora-chefe do blog da Shopify em português, gestora de marketing de conteúdo para o mercado brasileiro, tradutora e intérprete de conferências.

Post original em inglês: Nicole Martins Ferreira

Tradução e localização: Marcela Lanius

Você tem dúvidas sobre a Shopify?

Escreva um e-mail para a nossa equipe de atendimento em português!

atendimento@shopify.com