Aprenda a fazer uma análise SWOT com 6 exemplos práticos

Dezembro 11, 2017

Woman leading a brainstorming sessionAdministrar um negócio é trabalhoso. Com tantos elementos diferentes exigindo a sua atenção, é fácil se deixar levar pelos detalhes e perder de vista o empreendimento como um todo.

O único jeito de garantir que seu negócio tenha vida longa é afastar-se dele com regularidade para observá-lo sob uma perspectiva mais abrangente.

Por sua vez, a análise SWOT funciona como uma lupa, que permite que você enxergue o potencial do seu negócio de e-commerce. Com ela, é possível entender o desempenho atual da sua empresa, mas também vislumbrar em que pé ela estará na próxima semana, mês e ano.

O que é a análise SWOT?

A sigla SWOT soa como alguma estratégia contábil assustadora, mas não se deixe enganar pelas aparências. A análise de SWOT não envolve matemática e é um procedimento extremamente útil para qualquer negócio.

Em português, a sigla SWOT (Strengths, Weaknesses, Opportunities, Threats) significa:

  • F - Forças
  • O - Oportunidades
  • F - Fraquezas
  • A - Ameaças

Em suma, é o suprassumo das listas de tarefas. Ela obriga você a ter um bom plano de negócios e pensar no futuro: você já conhece o desempenho do seu negócio hoje, mas como será o amanhã? É justamente esse processo analítico que o ajudará a responder a essa pergunta e, acima de tudo, a se planejar para o que vem por aí.

A análise SWOT (ou análise FOFA) é uma relação das coisas boas e ruins que existem no seu negócio, tanto do ponto de vista interno quanto do ponto de vista externo.

Fatores SWOT/FOFA Positivos Negativos
Internos Forças Fraquezas
Externos Oportunidades Ameaças

As forças e as fraquezas são fatores internos, enquanto as oportunidades e as ameaças são fatores externos ao negócio. Em outras palavras, os fatores internos derivam do seu e-commerce; os fatores externos vêm do ambiente em que o seu negócio está posicionado.

O foco das forças e das fraquezas é o presente; já as oportunidades e as ameaças dizem respeito ao futuro. É o que está acontecendo versus o que poderia acontecer.

É válido lembrar que você pode controlar as forças e as fraquezas. Não é uma tarefa fácil, mas é possível, sim, transformá-las com o passar do tempo. Confira abaixo alguns exemplos de forças e fraquezas da análise FOFA:

  • Cultura organizacional;
  • Reputação;
  • Lista de clientes;
  • Localização geográfica;
  • Pessoal;
  • Parcerias;
  • Propriedade intelectual;
  • Ativos.

Por outro lado, as oportunidades e as ameaças fogem ao seu controle. Você pode tentar planejá-las ou influenciá-las com uma mudança positiva, mas no final das contas, elas não dependem de você. Confira abaixo alguns exemplos de oportunidades e ameaças:

  • Regulamentação;
  • Fornecedores;
  • Concorrentes;
  • Economia;
  • Tamanho do mercado;
  • Tendências;
  • Financiamento;
  • Condições meteorológicas.

Quem precisa de uma análise SWOT?

A verdade é que todos os negócios de e-commerce deveriam fazer uma matriz SWOT, tanto os novos quanto os mais experientes.

Se você acabou de abrir a sua empresa ou ainda está na fase de planejamento, passar o “pente fino” de uma análise SWOT lhe dará vantagem competitiva no mercado. Com ela, você descobrirá o seu ponto de equilíbrio e terá uma ideia mais realista de onde você está pisando. Lembre-se que, caso precise buscar financiamento, ambas as análises devem ser incluídas no seu plano de negócios.

Por outro lado, as empresas mais experientes devem conduzir uma análise de SWOT todo ano, que servirá como uma espécie de diagnóstico empresarial. Com esse panorama em mãos, você conseguirá manter o seu negócio funcionando com tranquilidade, antecipar problemas, planejar mudanças ou melhorias, além de tomar decisões mais inteligentes ao longo do ano. Em outras palavras, fazer uma matriz SWOT anual evitará que você perca contato com o seu negócio, com os seus clientes e com o seu setor de atuação.

Como fazer uma análise SWOT

Esse tipo de procedimento dispensa qualquer complexidade científica, afinal, não há medida objetiva para calcular o quão bem você conduz uma análise de SWOT. Tudo depende da sua capacidade de observar e relembrar os fatores internos e externos que podem impactar o seu negócio. E, no final das contas, a análise de SWOT trata-se mais de saber planejar do que de fazer previsões certeiras.

Passo 1: convoque as pessoas certas

Embora as grandes decisões geralmente sejam tomadas pelos fundadores e pela alta administração de uma empresa, não há limite de participantes para uma análise SWOT. Quanto mais opiniões você tiver, mesmo de pessoas que não entendem completamente o seu negócio, melhor será o diagnóstico obtido com a análise SWOT.

Além disso, você perceberá que as decisões estratégicas que derivarem desse processo serão mais facilmente aceitas se você incluir os seus funcionários na jogada. Verdade seja dita, até os seus clientes podem contribuir para a análise com boas ideias.

Passo 2: faça uma sessão de brainstorming

Uma vez definida a equipe que vai realizar a análise de SWOT, faça uma sessão de brainstorming com todos os participantes. Vocês podem listar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças juntos (formato ideal para equipes pequenas) ou peça aos participantes para montarem essa lista individualmente (tática recomendada para equipes maiores).

Não deixe que nenhuma ideia fique de fora dessas quatro categorias e não se preocupe com a relevância delas no momento. Agora é hora de não deixar passar nada, registrando todos os comentários que surgirem.

Passo 3: preencha as lacunas da sua lista

Depois de esgotar todas as ideias possíveis, formando quatro grandes listas, preencha as lacunas que surgiram e que precisam de mais explicações. Essa é a chance que você e a sua equipe têm de fazer perguntas que determinarão a importância de cada elemento listado para a matriz SWOT.

Peça a todos os participantes para escolherem os três itens mais importantes de cada categoria. Esse exercício provavelmente revelará um padrão entre os elementos destacados, que indicará onde você deve concentrar a sua atenção.

E se você estiver trabalhando nessa análise sozinho, não se preocupe! No seu caso, você está muito envolvido em todos os setores do seu negócio e saberá quais áreas merecem mais atenção. Portanto, abra aquela garrafa de vinho ou faça aquele café especial, e mãos à obra!

31 perguntas para orientar a sua análise SWOT

Começar uma sessão de brainstorming é difícil, não importa se você está sozinho ou trabalhando com uma equipe, mas as perguntas abaixo vão ajudá-lo a engatilhar esse processo. Leia todas, do início ao fim, para não deixar de fora nenhum fator importante para a sua análise.

Forças

São os fatores internos positivos que influenciam o desempenho do seu negócio. Embora pareçam difíceis de mudar, você pode controlá-los:

  • No que somos bons?
  • O que fazemos melhor do que todo mundo?
  • Qual é a nossa vantagem competitiva?
  • O que nós fazemos que ninguém mais faz?
  • Quais os recursos que temos à nossa disposição?
  • Quais são as vantagens da nossa empresa de e-commerce?
  • Quais são as vantagens que os nossos funcionários desfrutam?
  • Quais são os ativos valiosos da nossa empresa?
  • O que faz os nossos clientes gostarem do nosso negócio?

Fraquezas

São os fatores internos negativos que influenciam o desempenho do seu negócio. Embora pareçam difíceis de mudar, você pode controlá-los:

  • No que somos ruins?
  • O que os nossos concorrentes fazem melhor do que a gente?
  • Quais são os motivos de reclamação dos nossos clientes?
  • Quais são as desvantagens que a nossa equipe enfrenta?
  • O que está nos impedindo de crescer?
  • Quais recursos nos faltam?
  • O que podemos melhorar?

Oportunidades

São fatores externos que podem impactar positivamente o seu negócio. Eles fogem ao seu controle, mas você pode escolher aproveitá-los:

  • Quais mudanças regulamentares poderiam ajudar o nosso negócio?
  • O mercado está mudando de forma favorável?
  • A economia atual vai nos impactar positivamente?
  • Quais oportunidades ainda não aproveitamos?
  • Quais novas oportunidades estão surgindo?
  • O nosso custo de bens está diminuindo?
  • Há algum jeito de adquirir recursos úteis que ainda não temos?

Ameaças

São fatores externos que podem impactar negativamente o seu negócio. Eles fogem ao seu controle, mas você pode elaborar um plano de contingência para minimizar possíveis danos:

  • Quem são os nossos concorrentes atuais?
  • Quais novos operadores no mercado poderiam ameaçar o nosso e-commerce?
  • O nosso tamanho de mercado está diminuindo?
  • O setor está mudando de forma a impactar negativamente o nosso negócio?
  • O nosso custo de bens está aumentando?
  • Tem algum suprimento fundamental ao nosso negócio se tornando escasso?
  • A regulamentação está mudando de forma a prejudicar o nosso negócio?
  • O nosso fabricante não é confiável?

O segredo para uma análise SWOT eficaz

Como donos de negócios, estamos sempre priorizando o que merece a nossa atenção. Na verdade, não dá para fugir das decisões difíceis em relação à alocação de recursos. Não importa o quão bem-sucedido você se torne, você sempre terá que escolher o seu foco de atenção. Dessa forma, a matriz FOFA vai ajudá-lo a determinar quais áreas precisam de recursos e da sua própria energia.

Passo 4: enxugue as quatro listas elaboradas

Comece a “limpeza” pelas listas da sessão de brainstorming. Enxugue-as para que caibam em uma página, organizadas em uma tabela 2 x 2 (conforme o exemplo abaixo). Nesse processo, tenha como critério de seleção os seguintes parâmetros: a potência de um fator e a probabilidade de ele acontecer.

Por exemplo, depender de um cliente grande para gerar a maior parte da sua receita é uma fraqueza e tanto: você fica vulnerável, mesmo sabendo que esse cliente não vai abandoná-lo. Por outro lado, mesmo que você não esteja preocupado com o aumento do seu aluguel, você tem que se planejar para lidar com uma possibilidade dessas se o período para revisão das condições de arrendamento do imóvel está se aproximando.

Outra dica preciosa: não jogue as listas originais fora, mesmo depois de montar a sua tabela enxuta! Guarde-as para futuras consultas. Embora você não vá dar atenção para elas agora, é bom tê-las por perto para que você não perca de vista o que importa para o seu negócio, principalmente se a conjuntura mudar. O que não é tão importante hoje pode ser imprescindível amanhã, e você precisa estar ciente dessa possibilidade. Com as listas guardadas, você sempre poderá consultá-las ou reorganizá-las ao sabor das mudanças.

Passo 5: elabore as suas estratégias

Trace uma estratégia para cada item da sua lista final, para explorar as vantagens e as oportunidades e para lidar com as fraquezas e as ameaças. Essas estratégias iniciais não precisam ser complexas e você poderá desenvolvê-las com mais minúcia em outro momento. Por enquanto, elaborar um plano de ação abrangente é suficiente.

Agora, uma dica de ouro: a soma dos fatores é matar dois coelhos com uma cajadada só. Em outras palavras, como você pode usar as suas forças para diminuir as suas fraquezas? Como você pode explorar as suas oportunidades para neutralizar ameaças? É possível potencializar as suas forças para aproveitar as oportunidades? Há alguma fraqueza que você precisa priorizar para espantar uma ameaça?

Exemplo de análise SWOT

Segue abaixo um exemplo de matriz SWOT para uma loja online de camisas personalizadas. Apesar de muitos fatores terem surgido durante o brainstorming, os itens listados na tabela foram considerados os mais importantes.

Forças

  • Camisetas de fabricação local geram um retorno mais rápido sobre as encomendas
  • Muitos clientes recorrentes que promovem o negócio
  • Boa classificação nos mecanismos de busca gera tráfego gratuito

Fraquezas

  • O preço de camisetas de fabricação local não é competitivo
  • Custos mais altos diminuem as opções de tecido devido aos custos com o inventário
  • Os clientes não gostam de tirar as próprias medidas

Oportunidades

  • Usar a tecnologia para facilitar a tirada de medidas poderia aumentar as taxas de conversão
  • Novos canais de publicidade paga, como o Instagram e o Pinterest, podem ser eficazes
  • Roupas personalizadas estão na moda

Ameaças

  • Vários concorrentes estão baixando seus preços
  • Dificuldade de navegar no site da loja em celulares, embora o tráfego mobile esteja aumentando
  • O dólar forte pode diminuir as vendas internacionais

Pense nas estratégias que o dono dessa loja de camisetas poderia adotar para aproveitar as informações organizadas nessa tabela. Lembre-se: não existe resposta certa ou errada nesse exercício.

6 estratégias-exemplos de análise SWOT

O mais importante na matriz SWOT é saber como usar as informações que ela traz à tona. Confira os seis exemplos (com possíveis decisões) abaixo para ajudá-lo a começar a pensar de um jeito estratégico.

Cenário 1: o contrato do seu aluguel está prestes a vencer e você precisa renegociar valores. Como o bairro do imóvel alugado valorizou nos últimos meses, você teme não conseguir fechar um novo contrato com a sua proposta de valor.

Estratégia: começar a vender online para mitigar parte do risco.

Cenário 2: você depende de uma matéria-prima que está em alta demanda, cujo preço aumenta rapidamente à medida que ela se torna mais escassa no mercado.

Estratégia: assinar um contrato de cinco anos para garantir o fornecimento, acordando um preço mais baixo.

Cenário 3: você está com dinheiro sobrando.

Estratégia: separar um valor fixo para emergências e investir o restante no desenvolvimento do seu negócio.

Cenário 4: você tem uma cultura organizacional negativa e os seus funcionários estão com um desempenho abaixo da expectativa.

Estratégia: contratar um consultor de cultura organizacional para ajudá-lo a virar o jogo.

Cenário 5: a maioria do tráfego do seu site vem dos mecanismos de busca. Se o algoritmo mudar e o seu site parar de se destacar nas pesquisas, você corre o risco de perder inúmeras novas oportunidades de negócio. Portanto, você precisa diversificar o seu tráfego.

Estratégia: começar a cultivar outras fontes de tráfego, como as mídias sociais ou a publicidade paga.

Cenário 6: todo o seu negócio está armazenado no seu notebook. Se ele fosse roubado, você perderia tudo.

Estratégia: instalar um programa para fazer o backup automático dos seus arquivos todas as noites.

Fazer uma análise SWOT com regularidade evita que você se afaste do seu negócio, da sua equipe e dos seus clientes. Mas, acima de tudo, esse processo ajuda você a manter-se bem-sucedido em um mercado de águas turbulentas.

Portanto, depois de refletir cuidadosamente sobre os elementos mais importantes da sua lista, monte um plano de ação através de uma matriz FOFA e mãos à obra!


Which method is right for you?Sobre a autora

Gabriela Jungblut é editora-chefe do blog da Shopify em português, gestora de marketing de conteúdo para o mercado brasileiro, tradutora e intérprete de conferências.

Post original em inglês: Casandra Campbell

Tradução e localização: Carolina Walliter

Você tem dúvidas sobre a Shopify?

Escreva um e-mail para a nossa equipe de atendimento em português!

atendimento@shopify.com

 


Receba o Newsletter Empreendiy

Receba o Newsletter Empreendify