Em 2019, como fazer marketing de conteúdo de forma efetiva no e-commerce?

04 Janeiro, 2019

Não é novidade para ninguém que as estratégias de marketing de conteúdo são fundamentais para atrair e fidelizar clientes. Isso vale para qualquer empresa, mas principalmente para o e-commerce, modelo de negócio em que ter visibilidade e credibilidade é o diferencial para aumentar as vendas online.

Prova disso é o estudo E-commerce Trends 2017, no qual 87,5% dos profissionais entrevistados afirmaram que os e-commerces em que atuam adotam o marketing de conteúdo. Além disso, segundo a mesma pesquisa, as lojas virtuais que utilizam essa técnica têm 2 vezes mais visitantes e quase 5 vezes mais clientes em comparação aos que não a adotam.

Ainda mais expressivo são os dados do relatório Content Trends 2017, que mostram que mais de 60% das empresas pretendem aumentar o investimento em marketing de conteúdo. Diante deste cenário, não apostar nessas estratégias é o mesmo que virar as costas à competitividade!

Tendências em marketing de conteúdo para 2019

Assine nossa newsletter e junte-se a milhares de empreendedores!

Neste artigo apresentamos as principais tendências em marketing de conteúdo para 2019. Afinal, mais do que utilizá-lo, é preciso estar atento às práticas que mais agradam aos consumidores e que são eficazes para aumentar a conversão de vendas hoje. Acompanhe!

#1 Vídeo marketing:

O uso de vídeos nas estratégias de marketing de conteúdo não é nenhuma novidade, mas essa prática deve se intensificar em 2019. Isso porque os resultados são muito positivos para as empresas que já têm utilizado esse tipo de material. De acordo com a Wordstream, os negócios que utilizam o vídeo marketing geram uma receita 49% maior do que aqueles que não usam.

Conforme o estudo Estado do Inbound 2018, 55% das empresas querem investir no YouTube como canal de distribuição de conteúdo nos próximos 12 meses, enquanto 53% devem investir no Instagram e 50% em vídeos do Facebook. Ou seja, os esforços serão direcionados às plataformas compatíveis com conteúdos em vídeo.

Esse tipo de material pode ser inserido em várias estratégias, como em landing pages, em e-mails marketing, nas redes sociais e nos blogs. Vídeos que mostram os bastidores da empresa, como a produção ou o envio de mercadorias, são apreciados pelos consumidores, que também gostam desse tipo de conteúdo para entender melhor como funciona um produto ou serviço.

As transmissões ao vivo também são boas opções, assim como os vídeos que permitem algum tipo de interação com o público. Neste sentido, a criatividade e a originalidade são indispensáveis para garantir o engajamento, trazer tráfego para seus canais e criar relacionamento com seus consumidores.

#2 Realidades aumentada e virtual:

A utilização da realidade aumentada e também da realidade virtual já é comum em 2018, mas deve se expandir no próximo ano. Os materiais que utilizam essas técnicas criam um ambiente fictício que faz com que o cliente experimente sensações sem nem mesmo ter contato direto com o local, o que melhora a sua experiência e pode ser um diferencial para a aprovação de vendas.

Para ter uma ideia de como isso pode impactar no e-commerce, basta pensar que, segundo a pesquisa E-commerce Trends 2017, mais de 70% dos consumidores não compram online porque têm vontade de experimentar e ver o produto pessoalmente antes de adquiri-lo.

Com uma solução que permita simular a prova virtual de uma roupa, por exemplo, o cliente pode se sentir mais seguro para comprar a peça, o que é positivo tanto para aumentar as vendas online como para reduzir as trocas. O mesmo podemos falar sobre um ambiente que simula espaços e móveis planejados e a utilização de itens de decoração, entre outros produtos e serviços.

#3 Inteligência artificial:

A utilização da inteligência artificial (IA) também deve experimentar um crescimento expressivo em 2019, tanto em relação ao atendimento ao cliente como na análise do perfil dos possíveis compradores e, por isso, também é considerada uma das tendências do e-commerce.

Em relação ao atendimento, o carro-chefe da inteligência artificial são os chatbots, os atendentes virtuais que simplificam o suporte aos clientes. Além de tirar dúvidas, eles também podem ser utilizados para fazer cadastros, divulgar campanhas, entre outras ações com o objetivo de engajar os consumidores.

Já no que diz respeito à análise de dados, as soluções que utilizam a inteligência artificial são capazes de automatizar e simplificar tarefas, o que resulta em benefícios significativos, como mostra o estudo Modernização da TI: do crítico à transformação digital. De acordo com o levantamento, o aumento da produtividade (85%) e a redução de custos (62%) são os principais fatores que levam à implementação da IA.

#4 Personalização do conteúdo:

Uma pesquisa realizada pela Adobe mostra que 80% dos usuários esperam pela personalização durante a sua experiência de compra e em toda a relação com uma empresa. Diante disso, a personalização por meio dos dados, aqueles adquiridos com a inteligência artificial, deve crescer em 2019.

Saber quais foram suas compras passadas e há quanto tempo são consumidores também é uma expectativa dos clientes em relação às empresas. Afinal, os compradores sabem que as organizações ficam com seus dados e, assim, querem conteúdo personalizado a partir deles.

Segundo a HubSpot, por exemplo, os e-mails que incluem o nome do destinatário no campo de assunto têm taxas de cliques mais altas do que os e-mails enviados sem essa personalização.

#5 Uso da voz:

Atualmente, grande parte das pesquisas por voz são feitas pela praticidade, como quando dirigimos ou estamos segurando algo com as mãos. Porém, a expectativa é que o uso da voz para fazer buscas e se relacionar com as marcas aumente nos próximos anos, promovendo uma linguagem mais natural no modo de pesquisa.

Essa mudança já está sendo mapeada pelo Google, inclusive. O maior buscador do mundo revelou que nos últimos 2 anos as buscas com o termo “eu preciso” cresceram mais de 65% nos Estados Unidos. Assim, o desafio dos profissionais de marketing de conteúdo é se adaptar à linguagem desse novo tipo de pesquisa se quiserem se manter no topo do rankeamento dos mecanismos de busca.

Assine nossa newsletter e junte-se a milhares de empreendedores!

Invista em marketing de conteúdo no seu e-commerce

Assim como um bom meio de pagamento online é ideal para o controle financeiro do e-commerce, investir em marketing de conteúdo é imprescindível para manter a competitividade neste segmento. Justamente por isso, estar atento às melhores técnicas para colocá-lo em prática é fundamental.

Esperamos que o artigo seja útil para você. Se tiver alguma dúvida ou quiser compartilhar suas impressões sobre o tema, deixe um comentário!

O post Em 2019, como fazer marketing de conteúdo de forma efetiva no e-commerce? apareceu primeiro em Wirecard.